27 de agosto de 2016

enriquece a veia. Com araque.

26 de agosto de 2016

duplica a parada. Com orquestra alinhada.

25 de agosto de 2016

consegue voar em condições adversas sobre o mar das ironias.

24 de agosto de 2016

diz não haver mestre para as construções históricas.

23 de agosto de 2016

suspende caminhadas sobre um arco de ria. Vistoso, o arco.

22 de agosto de 2016

doma as curvas de um desnível mal parado.

21 de agosto de 2016

assobia entre as velas duma procissão. Como se tremesse também.